fbpx

A internet, as redes sociais e o Egito.

por Natanael Oliveira
Egito sem internet

Egito sem Internet

A polêmica que gira em torno do Egito, é um assunto que está  em grande evidência na Internet. Não poderia ser diferente, afinal, a própria web e as redes sociais são apontadas como as grandes responsáveis pelos últimos acontecimentos no Egito.

Recentemente chegaram informações a respeito do sinal da Internet e celular no Egito, segundo vários relatos o sinal segue fora do ar no País. (O governo negou intervenção)

O fato é que um dos principais motivos para o corte da internet no Egito foi à integração de manifestantes utilizando as redes sociais como ponto de encontro para a convocação dos protestos.

O poder da internet e sua capacidade de propagação são tamanhos, que relatos de blogueiros afirmam que o corte no serviço ocorreu logo após a agência de notícias Associated Press ter publicado um vídeo de um manifestante sendo baleado durante os protestos no Sinai. (Fonte Globo.com)

Pelo Twitter alguns repórteres que estão no país também falaram sobre o corte nos serviços: “Sem internet, sem SMS, qual será o próximo? Celulares e telefones fixos? É demais para a estabilidade”, postou o reporter da rede CNN, Ben Wedeman” (Fonte: Globo.com)

Outro serviço que também se mantem off-line é o acesso a Internet através do BlackBerry que também foi cortado no Egito.

Toda essa repercussão vai bem além dos noticiários, atualmente nos Trendics Topics World o termo #Egito é o centro de diversas discursões. Levando para o lado da comunicação digital, esse acontecimento só vem a comprovar o real potencial da Internet, seja no meio publicitário ou a nível social.

Infelizmente, casos como esses de censura de acesso a informações na Internet não é a primeira vez, e creio que também não será a última. A grande diferença é que milhares de usuários agora têm a sua disposição diversas ferramentas para participarem e de certa forma influenciarem o final dessa história.

Por: Natanael Oliveira
Twitter: @OficialNatanael

Mais conteúdo

Deixe seu comentário